IPCA de 2021 é o mais elevado desde 2015 (10,67%), afirma IBGE
Economia

IPCA de 2021 é o mais elevado desde 2015 (10,67%), afirma IBGE

portalmixvalegoogle

A alta de 0,73% registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em dezembro fez a inflação encerrar o ano de 2021 em 10,06%, o maior patamar desde 2015, quando havia ficado em 10,67%, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira. No mês de dezembro de 2020, o IPCA tinha sido de 1,35%. No fechamento do ano de 2020, a inflação foi de 4,52%.

Os gastos das famílias com transportes desaceleraram de 3,35% em novembro para 0,58% em dezembro, um impacto de 0,13 ponto porcentual sobre a taxa de 0,73% registrada pelo IPCA no último mês.

O destaque foi a queda de 0,94% nos preços dos combustíveis, depois de sete meses seguidos de altas. A gasolina caiu 0,67%, item de maior contribuição negativa no mês, -0,05 ponto porcentual. Houve recuos também no etanol (-2,96%, impacto de -0,03 ponto porcentual) e no óleo diesel (-0,33%). O gás veicular subiu 0,68% em dezembro.

Já as passagens aéreas aumentaram 10,28%, com impacto de 0,06 ponto porcentual no IPCA do mês, enquanto os transportes por aplicativo subiram 11,75%, dando contribuição de 0,03 ponto porcentual. Os preços dos automóveis novos aumentaram 1,85% e os dos automóveis usados tiveram elevação de 0,42%.

To Top