Agro

Açúcar bruto toca mínima de 2 semanas na ICE; café arábica avança

Açúcar bruto toca mínima de 2 semanas na ICE; café arábica avança

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros de açúcar bruto caíram para uma mínima de duas semanas nesta sexta-feira, com a previsão de chuvas no fim de semana ajudando as lavouras de cana-de-açúcar no centro-sul do Brasil, enquanto o café arábica recuperou a maior parte das perdas dos últimos dias.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para março fechou em queda de 0,22 centavo de dólar, ou 1,2%, a 17,86 centavos de dólar por libra-peso, após atingir a mínima de duas semanas de 18,09 centavos.

* Operadores disseram que as chuvas previstas para o fim de semana no centro-sul do Brasil podem ajudar a melhorar os níveis de umidade do solo e as perspectivas para a safra de cana deste ano.

* Uma perspectiva de melhoria para a produção na Índia também contribuiu para a recente fraqueza do mercado.

* O açúcar branco para março caiu 4,50 dólares, ou 0,9%, a 495,20 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O café arábica para março fechou em alta de 3,85 centavos de dólar, ou 1,7%, a 2,359 dólares por libra-peso. O mercado teve uma pequena perda semanal de 0,65%.

* Operadores disseram que o foco continua nas perspectivas para a safra deste ano no Brasil e até que ponto as geadas e a seca do ano passado podem reduzir a produção.

* A trading Comexim espera que o Brasil produza 63,2 milhões de sacas de café na safra 2022/23, um aumento de 16,6% em relação à safra anterior, uma vez que os cafezais apresentam relativa recuperação devido aos melhores cuidados com a lavoura e bom clima.

* O café robusta para março fechou em alta de 2 dólares, ou 0,1%, a 2.193 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Nigel Hunt)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0R115-BASEIMAGE

To Top