Benefícios

Se o saque extraordinário do FGTS não caiuo que precisa ser feito?

FGTS: trabalhador que contratar antecipação de saque-aniversário fica impedido de desistir da modalidade. Entenda
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Se o saque extraordinário do FGTS não caiuo que precisa ser feito? O saque emergencial do FGTS, que começou a ser pago pela Caixa e vai beneficiar mais de 42 milhões de brasileiros até o dia 15 de junho. Os aniversariantes de janeiro já tiveram o saque autorizado desde a semana passada. No próximo dia 30, os trabalhadores nascidos em fevereiro recebem o depósito. No entanto, alguns beneficiários não receberam o valor em conta.

A Caixa informa que os valores podem ser consultados pelo aplicativo do FGTS, onde também podem acessar o calendário da previsão dos pagamentos. Os valores, no entanto, são depositados na poupança digital no Caixa Tem, aplicativo do banco, na data prevista O pagamento é feito na mesma conta em que é depositado o abono PIS/Pasep e o FGTS de 2021. A conta no Caixa Tem é obrigatória para o pagamento do benefício, e pode ser criada gratuitamente. Depois, o valor pode ser transferido para a sua conta pessoal, em qualquer banco.

A conta, porém, não pode ser criada em caso de CPF irregular, e a situação deve ser regularizada para resgatar o valor. No caso de trabalhadores que tiveram a conta clonada em anos anteriores, os beneficiários devem comparecer a alguma agência da Caixa para normalizar.

Caso o usuário já tenha encerrado a conta no Caixa Tem em função da fraude, mas tenha direito ao saque extraordinário do FGTS, a Caixa diz que continuará utilizando uma Poupança Social Digital como forma de pagamento, mas que será aberta uma nova conta automaticamente. A Caixa orienta que, se verificar problemas no cadastro para acesso ao aplicativo, o usuário deve se dirigir a uma agência do banco com documento de identificação para regularizar a conta. O mesmo deve ser feito em caso do mesmo CPF cadastrado em mais de um celular — há um limite para cadastro da mesma identificação em vários aparelhos.

Se o próprio aplicativo Caixa Tem apresentar a possibilidade de enviar documentos pessoais e foto ou “selfie” do cliente pela plataforma, não é necessário comparecer presencialmente a uma agência para efetuar o bloqueio da conta. O banco alerta ainda que não envia mensagem com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais, links, confirmação de dispositivo ou de acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Confira como resgatar o FGTS:

  • Baixar o aplicativo Caixa Tem;
  • Realizar o login e procurar a função “Saque sem cartão”;
  • Gerar código para saque;
  • Digitar a senha do aplicativo Caixa Tem;
  • Acessar o caixa eletrônico pelo botão “Entra”;
  • Na tela inicial, procurar a função “Saque Caixa Tem”;
  • Digitar o CPF e depois clicar em “Confirma”;
  • Digitar o código de saque que encontrou no aplicativo Caixa Tem;
  • Escolher o valor para saque, limitado a R$ 1 mil;

Apenas no Caixa Tem

O valor a ser liberado vai depender do saldo que cada pessoa possui no FGTS, considerando a soma dos valores disponíveis de todas as suas contas do fundo.

Os trabalhadores terão o recurso creditado automaticamente em uma conta criada no aplicativo Caixa Tem, e depois poderão movimentar no aplicativo ou transferir os recursos para outro banco. A Caixa informou que, embora o aplicativo do FGTS ofereça a opção de cadastrar uma conta bancária de outra instituição financeira, essas informações não serão consideradas para o depósito do Saque Extraordinário, e que o depósito será feito exclusivamente na conta do Caixa Tem.

Confira o calendário

Fonte Extra
To Top