Últimas Notícias

Exposição sobre prazer feminino inaugura Museu do Sexo em Portugal

portalmixvalegoogle

Uma exposição dedicada ao prazer feminino marca a estreia do Museu Pedagógico do Sexo (Musex) em Portugal. A partir desta sexta-feira (24) e até dia 30 de dezembro o público poderá conferir a exposição “Amor Veneris – Viagem ao prazer sexual feminino” no Palácio dos Anjos, em Algés.

Geraldo Carneiro: Imortal da ABL lança livro em que lembra época de ouro do Rio e internação: ‘Sou bipolar’

‘Criança não é Mãe’: Quem é o autor da bandeira que viralizou nas redes em apoio à menina que teve aborto negado

Segundo informações do jornal português Público, o Musex foi idealizado em 2010 e, devido à dificuldade em encontrar um espaço físico, seria um museu digital , até que o município de Oeiras aceitou ceder o Palácio dos Anjos, em Algés, para uma primeira exposição.

De cara, a exposição terá dois caminhos a serem escolhidos: com ou sem consentimento. Na primeira opção, o visitante seguirá pelas partes do corpo dissociáveis da sexualidade, como o cérebro e a pele. A última fase apresenta uma obra realizada por vários artistas e que pretende celebrar a “alegria da excitação sexual”, explica ao Público a curadora e criadora do Musex, Marta Crawford. Pretende-se ainda valorizar a diversidade de corpos e as várias “formas de se ser feminina”.

Kate Bush: cantora diz que o ‘mundo ficou enlouquecido’ com música em episódio de ‘Stranger things’

Enquanto isso, no percurso sem consentimento, são encontradas obras que remetem a práticas de mutilação genital feminina, tráfico sexual ou violação. Crawford diz ao jornal que um caminho não anula o outro e que o objetivo dessa opção é para “que as pessoas saiam também com este murro no estômago, que é perceber que quando não há consentimento não é possível ser-se feliz, haver prazer”.

De maneira geral, o Público explica que o objetivo da exposição é juntar a arte contemporânea ao universo científico no que à sexualidade da mulher diz respeito, sob uma abordagem que pretende ser simultaneamente pedagógica, lúdica e provocadora. O espaço pretende representar simbolicamente o interior do corpo feminino, com formas visuais e materiais específicos, além de experiências odoríferas que ajudam a compor.

Baco Exu do Blues: rapper chega ao topo do streaming em parceria com Luísa Sonza e vive nova fase: ‘Estou me deixando ser visto’

Além da exposição, ao longo de seis meses, o Palácio dos Anjos será palco de debates, workshops e programações específicas para escolas. Uma das suas salas servirá para consultas de sexologia e terapias de aconselhamento para casais. É “um museu para todas as faixas etárias”, diz a curadora.

Com o fim da exposição, Marta Crawford pretende avançar com estudos sobre a sexualidade feminina, em parceria com a Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica. “Vamos ter uma exposição durante seis meses, mas que espero que perdure na memória e na utilidade”, conclui a curadora.

To Top