Entretenimento

Veja novas informações do inquérito que indiciou Renato Cariani por tráfico de drogas

'Trabalhar no feriado para arrumar a casa e fugir da polícia', diz Renato Cariani 
Foto divulgação

No último domingo, o programa Fantástico da TV Globo revelou detalhes inéditos sobre a investigação conduzida pela Polícia Federal envolvendo o empresário e influenciador fitness Renato Cariani. Acusado de participar de um esquema de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, Cariani tornou-se réu recentemente. Apesar das acusações, ele continua a compartilhar conteúdo sobre exercícios e nutrição para seus mais de 7,5 milhões de seguidores em suas redes sociais.

A investigação destacou o envolvimento de Cariani na manipulação e desvio de produtos químicos usados na produção de entorpecentes. Um dispositivo móvel apreendido de uma colaboradora próxima a Cariani, ainda sob investigação, revelou mensagens implicando o influencer diretamente com o tráfico. Essa operação da PF, que também prendeu outras 12 pessoas, foi amplamente divulgada pelo Fantástico em dezembro.

O inquérito detalha como o conglomerado empresarial liderado por Cariani, com base em Diadema, São Paulo, utilizou-se de vendas fictícias de insumos químicos para grandes empresas, a fim de facilitar o fornecimento de substâncias para a produção e adulteração de cocaína e crack. De 2014 a 2020, foram emitidas cerca de 60 notas fiscais falsas, envolvendo até a farmacêutica AstraZeneca, que negou qualquer compra de insumos da empresa de Cariani, Anidro, e reportou a fraude em 2019.

A investigação desmascarou também uma tentativa de Cariani de validar negociações com a AstraZeneca através de um e-mail falso, criado por um associado, evidenciando a conexão de Cariani com redes de tráfico. Mensagens trocadas entre Cariani e sua funcionária sobre uma viagem a Cancún ressaltam a relação próxima entre Cariani, a funcionária, e outras figuras chave no esquema, reforçando as suspeitas do Ministério Público sobre a ligação do influencer com atividades ilícitas.

Além disso, um encontro marcado entre Cariani e um comparsa na sede de sua empresa coincidiu com a prisão deste último em uma grande operação da PF contra o tráfico, o que adiciona mais peso às acusações.

To Top