Ações chinesas fecham perto de mínimas de 3 meses em meio a preocupações sobre relação com EUA

51
(Blank Headline Received)

HONG KONG (Reuters) – As ações da China registraram seu menor fechamento em quase três meses nesta sexta-feira, em meio a preocupações com a deterioração das relações com os Estados Unidos depois que dois navios de guerra dos norte-americanos navegaram perto de ilhas reivindicadas pela China, conforme os EUA defendem os manifestantes em Hong Kong.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,63%, tocando seu menor nível desde 26 de agosto durante a sessão.

Na semana, o índice de Xangai fechou com queda de 0,2%, enquanto o CSI300 perdeu 0,7%.

O subíndice do setor financeiro recuou 0,6%, o de consumo teve queda de 2,4% e o setor imobiliário caiu 0,1%.

Navios de guerra da Marinha dos EUA navegaram duas vezes perto das ilhas reivindicadas pela China no Mar da China Meridional nos últimos dias, disseram as forças armadas norte-americanas à Reuters na quinta-feira, em um momento de maior tensão entre as duas maiores economias do mundo.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,32%, a 23.112 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,48%, a 26.595 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,63%, a 2.885 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,02%, a 3.849 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,26%, a 2.101 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,07%, a 11.566 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,05%, a 3.225 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,55%, a 6.709 pontos.

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEFAL0YV-VIEWIMAGE