Huawei faz lançamento online de smartphones P40 por causa de coronavírus
Asia

Huawei faz lançamento online de smartphones P40 por causa de coronavírus

Por Paul Sandle

LONDRES (Reuters) – A chinesa Huawei Technologies apresentou os novos smartphones P40, focados em fotografia, em um lançamento online, depois que o coronavírus obrigou a empresa a cancelar o evento presencial que havia planejado.

Richard Yu, principal executivo do grupo de negócios ao consumidor da Huawei, mostrou três smartphones em uma transmissão online: P40, P40 Pro e P40 Pro +, que possuem configurações com três, quatro e cinco câmeras e telas sem bordas, que se curvam nas quatro extremidades dos dispositivos.

A Huawei está na vanguarda da tecnologia de câmeras e Yu disse que a série P40 emprega o maior sensor de câmera em um smartphone, possuindo zoom óptico de até 10 vezes e inteligência artificial avançada. O conjunto de hardware da empresa ganhou aplausos dos críticos.

O interesse dos consumidores europeus pelos smartphones mais recentes da empresa, contudo, foi afetado por restrições de circulação em muitos países diante da pandemia e pela ausência dos serviços do Google após proibição imposta pelos Estados Unidos no ano passado.

Os EUA alegam que a Huawei está envolvida em atividades que comprometem sua segurança nacional, acusação negada pela empresa.

A pandemia de coronavírus derrubou as previsões de vendas de smartphones, com as lojas fechadas em várias regiões do mundo e a economia global enfrentando uma forte retração. Yu, no entanto, foi se mostrou confiante.

“Espero que a série P40 ainda possa vender muito, muito bem globalmente”, disse ele a jornalistas que acompanharam a apresentação online. O executivo disse que o coronavírus está sob controle na China e que a produção da Huawei voltou a acelerar.

“A situação é boa; mais e mais pessoas voltam ao trabalho e ao shopping”, disse ele. “Todo governo pode aprender com a China, então espero que o coronavírus esteja sob controle muito rapidamente.”

Ele também disse que mais desenvolvedores estão contribuindo com apps para o próprio ecossistema da Huawei. “A maioria dos aplicativos mais populares será integrada ao núcleo do HMS (Huawei Mobile Services) e estará na AppGallery”, disse ele. “Isso está melhorando muito, muito rapidamente.”

(Por Paul Sandle)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG2P25B-BASEIMAGE

To Top