Mudanças nas Aposentadorias do INSS para policiais
Benefícios

Mudanças nas Aposentadorias do INSS para policiais

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Mudanças nas Aposentadorias do INSS para policiais. O PLC (Projeto de Lei Complementar), que integra a reforma da Previdência paulista, foi aprovado nesta quarta-feira (4) com regras diferentes das que haviam sido propostas inicialmente pelo governo do estado para a aposentadoria de policiais civis e agentes de segurança de SP. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Na comparação com o PLC 80, enviado à Assembleia Legislativa em novembro, a emenda aglutinativa 157, que trouxe um texto substitutivo e foi aprovada pelo plenário, melhora algumas normas, mas as alterações não foram suficientes para acalmar os ânimos da categoria.

Aposentadoria Especial INSS: Veja novas profissões que têm direito(Abre numa nova aba do navegador)

Sindicatos ligados a delegados, peritos e agentes de segurança informaram que vão estudar o que foi aprovado e não descartam entrar na Justiça contra as regras de aposentadoria para a área de segurança pública.

Dentre as alterações previstas no novo texto, que deverá ser sancionado pelo governador João Doria (PSDB) em até 15 dias, estão o novo cálculo do benefício para policiais e agentes que ingressaram no estado a partir de dezembro de 2003 até 2013, quando foi implantada a previdência complementar, e uma nova regra de transição para quem já está no estado.

Como contestar decisões do INSS em 2020(Abre numa nova aba do navegador)

Quem entrou até dezembro de 2003 terá direito à integralidade e paridade desde que, além de outras regras, cumpra cinco anos no cargo, nível ou classe em que se der a aposentadoria.

Segundo o deputado Gilmaci Santos (Republicanos), o que houve foi um acordo para aproximar as regras de aposentadoria da Polícia Civil e dos agentes de segurança à reforma federal. “Os policiais civis são os únicos da carreira policial que estavam na regra geral, e todos os outros policiais tinham regra diferenciada”, diz ele, referindo-se aos militares.

Eduardo Becker, do sindicato dos peritos, discorda. Segundo ele, houve melhorias, mas não se comparam às regras federais. “Vamos fazer um estudo e ver quais são as possibilidades, se ação judicial ou apresentação de um novo projeto.”

Gilson Pimentel Barreto, do sindicato dos agentes penitenciários, afirma que o fato de as novas regras para a polícia não estarem totalmente na PEC (proposta de emenda à Constituição) e só constarem no PLC já traz prejuízos à categoria.

Novas alíquotas de contribuição do INSS estão valendo(Abre numa nova aba do navegador)

To Top