Pesquisa vê queda de 26% no volume de cargas de caminhões no país por coronavírus
Agro

Pesquisa vê queda de 26% no volume de cargas de caminhões no país por coronavírus

SÃO PAULO (Reuters) – O Brasil registrou uma queda de 26% no volume de cargas transportadas por caminhões nos dias 23 e 24 em relação ao movimento normal antes das medidas contra o coronavírus, que determinaram o fechamento de várias empresas e serviços não essenciais, de acordo com pesquisa realizada pela Associação de empresas de transporte NTC&Logística.

A pesquisa, com quase 600 empresas transportadoras, mostrou ainda queda de 29,8% no transporte de cargas fracionadas, que atendem distribuidores, lojas e supermercados; e redução de 22,9% em cargas lotação, que ocupam toda a capacidade dos veículos, demonstrando desaceleração de setores do agronegócio, do comércio geral e de grande parte da indústria.

Considerando apenas o agronegócio, a queda na demanda por transporte é de 11,5%, pressionada mais por produtos perecíveis, como flores e hortaliças, uma vez que o escoamento da safra de soja tem garantido firmeza na procura por caminhões que transportam grãos, disse à Reuters o responsável pela pesquisa, Lauro Valdivia.

“Esse número inclui todos os produtos do agronegócio, não é só grãos. Inclui flores, que parou. Mas a gente sabe que o agronegócio, o transporte de grãos não parou”, afirmou.

(Por Roberto Samora)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG2P1Q4-BASEIMAGE

To Top