Mecânico está à espera de aposentadoria por deficiência do INSS
Benefícios

Mecânico está à espera de aposentadoria por deficiência do INSS

APOSENTADORIA PARA QUEM COMEÇOU A CONTRIBUIR A PARTIR DO DIA 13/11/2019

Mecânico está à espera de aposentadoria por deficiência do INSS.O eletromecânico Luis Gustavo Telles, 46 anos, está à espera da aposentadoria da pessoa com deficiência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Como dar entrada da solicitação no INSS?(Abre numa nova aba do navegador)


Ele deu entrada no pedido em março de 2019 e, no mesmo mês, compareceu a uma agência do órgão com todos os documentos.

“Assinei a ficha para permitir alterar a DER [Data de Entrada de Requerimento] para quando completasse 29 anos de contribuição. Na época, faltavam dois meses para atingir o período, o que daria tempo suficiente até a realização das perícias.”

Mecânico está à espera de aposentadoria por deficiência do INSS – 14/06/2020 – Grana – Agora

90 auxílios no INSS pela internet para todos(Abre numa nova aba do navegador)

A aposentadoria por tempo de contribuição da pessoa com deficiência exige 29 anos de contribuição dos homens, no caso de deficiência moderada, além de carência de 180 meses trabalhados. Também há o benefício para deficiência considerada grave ou leve.

O leitor explica que, em julho de 2019, fez as perícias social e médica, anexando uma declaração da sua empresa até então, os holerites de nove meses trabalhados e o termo de rescisão contratual.

Ele diz que o procedimento foi necessário porque os dados do empregador não apareciam no Cnis [cadastro de informações do governo].

“Mesmo comprovando, o processo foi negado por falta de tempo de contribuição. No posto, não souberam explicar o motivo.”

Telles, então, entrou com um recurso administrativo, em análise até hoje.

“Estou desempregado e trabalhando como motorista de aplicativo. Machuquei o ombro na última empresa e não consigo mais trabalhar na minha profissão.”

Desempregado solicita aposentadoria por deficiência ao INSS(Abre numa nova aba do navegador)

Recurso será julgado pelo INSS

Fila de espera por Benefício no INSS ultrapassa 1 milhão de usuários(Abre numa nova aba do navegador)

Em nota, o INSS confirma que o pedido de aposentadoria do leitor foi indeferido em agosto de 2019, por falta de tempo de contribuição.

“O segurado entrou com recurso por não concordar com a decisão. Esclarecemos que o INSS analisou o pedido, manteve o indeferimento e enviará o requerimento de recurso à Junta de Recursos para julgamento”, afirma.


É possível acompanhar o andamento do pedido de recurso pelo site https://meu.inss.gov.br/, pelo aplicativo de celular ou pelo telefone 135.

Fonte: Agora

To Top