Bolsonaro faz teste de Covid-19 e exame do pulmão; garante estar "tudo bem"
Brasil

Bolsonaro faz teste de Covid-19 e exame do pulmão; garante estar “tudo bem”

Bolsonaro diz que fez teste de Covid-19 e chapa do pulmão

Por Maria Carolina Marcello e Pedro Fonseca

BRASÍLIA/RIO DE JANEIRO (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro foi submetido nesta segunda-feira a novo exame para Covid-19 e realizou uma exame do pulmão em hospital de Brasília, mas disse a apoiadores que está “tudo bem”.

“O presidente Jair Bolsonaro realizou na noite de hoje, 6, teste de covid-19 em hospital de Brasília. O resultado sairá nesta terça-feira, 7. O presidente apresenta, nesse momento, bom estado de saúde e está em sua residência”, afirmou a Secretaria Especial de Comunicação, em nota.

As declarações de Bolsonaro sobre seu estado de saúde foram divulgadas em vídeo publicado no canal Foco do Brasil, no YouTube, mantido por apoiadores de Bolsonaro. O presidente, que estava de máscara, conversou por alguns instantes com os apoiadores, mas alertou que estava “evitando” porque havia chegado do hospital.

“Não posso chegar muito perto não”, disse o presidente ao sair do carro para conversar com os apoiadores. “Eu vim do hospital, fiz uma chapa do pulmão, tá limpo o pulmão.”

Segundo uma fonte com conhecimento do assunto, outros auxiliares do presidente estão fazendo testes para Covid-19.

A informação do teste para Covid-19 do presidente foi divulgada inicialmente pela CNN Brasil. A emissora informou ainda que o presidente já começou a tomar hidroxicloroquina e azitromicina –medicamentos defendidos por Bolsonaro para o tratamento da Covid-19, apesar da ausência de comprovação científica de eficácia.

Bolsonaro, de 65 anos, chegou a dizer no fim do mês passado que acreditava que já tinha sido infectado pelo novo coronavírus e que faria um teste de anticorpos para confirmar.

O presidente foi obrigado pela Justiça em maio a divulgar resultados de exames para o novo coronavírus a que foi submetido, depois que diversos assessores diretos dele, incluindo ministros de Estado, tiveram casos confirmados de Covid-19.

Segundo laudos entregues pela Advocacia-Geral da União (AGU) ao Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito de pedido de divulgação feito pelo jornal O Estado de S. Paulo, foi revelado que o presidente usou pseudônimos em três exames, que tiveram resultados negativos, que realizou em laboratórios de Brasília e do Rio de Janeiro.

(Reportagem adicional de Ricardo Brito e Gabriel Ponte, em Brasília, e de Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)

tagreuters.com2020binary_LYNXMPEG651P7-BASEIMAGE

To Top