Como será a 'selfie' para manter benefício do INSS
Benefícios

Como será a ‘selfie’ para manter benefício do INSS

celular meu inss

Como será a ‘selfie’ para manter benefício do INSS. O INSS deverá iniciar em agosto uma nova etapa de testes para que aposentados e pensionistas passem a realizar a prova de vida anual sem a necessidade de ir a uma agência bancária. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Isso será possível devido à tecnologia de reconhecimento facial, pela qual o beneficiário pode fazer um autorretrato com o telefone celular e submeter a fotografia à verificação de um programa de computador.

Em agosto do ano passado, o INSS já havia anunciado que testaria a biometria (estudo das características únicas de cada indivíduo) para substituir a prova de vida tradicional. Desta vez, o órgão promete um projeto-piloto que envolverá 550 mil beneficiários.

INSS alerta para golpe na previdência social(Abre numa nova aba do navegador)

O INSS não deu mais detalhes sobre o projeto.

Uma das formas de garantir o reconhecimento dos beneficiários seria a comparação com imagens já cadastradas nos bancos de dados do governo, como no caso de segurados que possuem a versão digital da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Existem, porém, ao menos outras duas formas de realizar essa verificação, segundo Danny Kabiljo, sócio-fundador da FullFace, empresa especializada em reconhecimento facial.

MEI e o Auxílio Maternidade: É possível receber do INSS?(Abre numa nova aba do navegador)

Uma das possibilidades é solicitar que o cidadão vá ao menos uma vez a um órgão público ou a uma agência bancária para ter a sua imagem registrada.
“A tecnologia que utilizamos faz um mapa com mais de mil pontos da estrutura óssea do rosto, o que garante o reconhecimento mesmo como o envelhecimento”, diz Kabiljo.

Volta os processos de emissão da CNH no Detran(Abre numa nova aba do navegador)

Há, no entanto, a oportunidade de realizar todo o procedimento de cadastramento a distância. “É possível criar uma mesa de análises, onde, com a ajuda do programa, funcionários fazem um cara-crachá: comparam a selfie enviada pelo usuário com fotos de documentos oficiais”, explica.

To Top