Preços do petróleo fecham mês em alta após corte recorde na produção dos EUA em maio
Agro

Preços do petróleo fecham mês em alta após corte recorde na produção dos EUA em maio

tagreuters com2020binary LYNXNPEG6U1TZ BASEIMAGE

Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo avançaram nesta sexta-feira e terminaram o mês com ganhos, beneficiando-se de notícias que apontaram que cortes de produção nos Estados Unidos em maio foram os maiores já registrados.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,37 dólar, ou 0,9%, a 43,31 dólares por barril.

Já o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,35 dólar, ou 0,9%, para 40,27 dólares o barril, depois de recuar 3,3% na sessão anterior.

O Brent registrou o quarto mês consecutivo com ganhos, enquanto o WTI teve o terceiro mês de altas, com ambos os valores de referência afastando-se das mínimas registradas em abril, quando grande parte do mundo vivia em “lockdown” devido à pandemia de coronavírus.

A produção de petróleo dos EUA despencou em maio, com um corte recorde de 2 milhões de barris por dia (bpd), para 10 milhões de bpd, disse a Administração de Informação sobre Energia (AIE) em relatório mensal divulgado nesta sexta-feira.

“Depois de um dia ruim para as grandes petroleiras, com balanços terríveis, começamos a ver os impactos em termos de barris (produzidos)”, disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group em Chicago.

“Isso sugere que veremos um mercado mais apertado no futuro e, se a economia se recuperar, teremos problemas para atender à demanda”, acrescentou.

(Reportagem adicional de Aaron Sheldrick e Ron Bousso)

tagreuters.com2020binary_LYNXNPEG6U1TZ-BASEIMAGE

To Top