Liberado recontratação com salário menor
Auxílio Emergencial

Liberado recontratação com salário menor

05072012carteiradetrabalho018

Liberado recontratação com salário menor. O governo Jair Bolsonaro autorizou que empresas recontratem imediatamente funcionários demitidos na pandemia sem que se configure fraude trabalhista. Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Com autorização sindical, a demissão poderá ser seguida de recontratação com salário menor. Se não houver essa autorização, os termos do contrato anterior deverão ser mantidos.

Demissões já alcançam 11 mil trabalhadores da indústria calçadista(Abre numa nova aba do navegador)

Segundo o Ministério da Economia, a norma vai facilitar o retorno de trabalhadores ao mercado e permitir uma recuperação mais rápida do mercado de trabalho durante a pandemia.

O país teve aceleração nas demissões após março, quando foram implementadas medidas restritivas. Foram 1,4 milhão de vagas formais fechadas até maio.

A regra vigente hoje estabelece que é fraudulenta a rescisão acompanhada de recontratação em 90 dias após o desligamento.

Com a decisão desta terça, a norma não terá efeito no período de calamidade pública, que termina em dezembro deste ano. Desse modo, a recontratação de demitidos sem justa causa poderá ser feita a qualquer prazo, sem punições.

Acompanhe a liberação dos saques do Abono do PIS(Abre numa nova aba do navegador)

A medida já está valendo e tem efeito retroativo a 20 de março, data em que foi decretada calamidade pública no país. Uma empresa que demitiu funcionário há 30 dias, por exemplo, já está autorizada a readmiti-lo.

A recontratação poderá ser feita em termos distintos do contrato rescindido quando houver essa previsão em negociação trabalhista coletiva. Desse modo, a norma abre a possibilidade de que funcionários sejam demitidos e depois recontratados com salários menores. Será preciso autorização por acordo intermediado com o sindicato.

Quem está no trabalho intermitente terá direito ao Auxílio emergencial?(Abre numa nova aba do navegador)

Entidades sindicais manifestaram otimismo com a medida. Entre as centrais sindicais, não há consenso. Há temor que os representantes de categorias não sejam chamados para as negociações. (Folha)

To Top