Ampliado pagamento do Auxílio Doença sem perícia pelo INSS
Benefícios

Ampliado pagamento do Auxílio Doença sem perícia pelo INSS

saque aniversário fgts

Ampliado pagamento do Auxílio Doença sem perícia pelo INSS. O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ampliou o prazo de pagamento do auxílio-doença sem perícia. O limite que o segurado ficará recebendo o benefício sem precisar passar por exame nos postos do instituto será de dois meses. Antes, era de 30 dias.

O auxílio-doença sem perícia garante o adiantamento de R$ 1.045 ao trabalhador que fica doente na pandemia de coronavírus. Segundo a nova regulamentação, o valor será pago pelo “período definido no atestado médico, limitado a 60 dias”. Caso siga doente, o segurado pode pedir a prorrogação do benefício ao INSS.

Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale e fique por dentro de mais notícias.

A medida vale para qualquer doença, desde que haja atestado médico válido, e será aplicada enquanto as agências da Previdência estiverem fechadas, sem a possibilidade de o segurado passar por perícia médica.
A ampliação do prazo está na portaria conjunta 47, publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (24), que disciplina as regras para pagar a antecipação de um salário mínimo de auxílio-doença. Dentre outras normas estabelecidas no documento há o prazo-limite do pedido para a concessão do benefício e como deve ser o atestado médico válido para que o segurado tenha direito ao auxílio.

Segundo a portaria, o auxílio-doença de R$ 1.045 será pago a quem tiver protocolado o pedido administrativo até 31 de outubro de 2020. Além disso, os efeitos financeiros da medida não podem passar de 31 de dezembro deste ano.

Atestado
Para receber o auxílio antecipado, o segurado deve ter um atestado seguindo as regras da Previdência.

Dentre as normas, é preciso que o documento esteja legível, sem rasuras, com assinatura e carimbo do médico, além de conter a CID (Classificação Internacional de Doenças) e o período estimado de repouso.

O documento deve ser anexado no pedido feito no Portal Meu INSS ou pelo aplicativo de celular.

To Top