Bolsas da Europa fecham majoritariamente em baixa com temor por covid
Economia

Bolsas da Europa fecham majoritariamente em baixa com temor por covid

Os principais índices acionários europeus fecharam em baixa nesta quinta-feira, 19, em dia de cautela em meio ao avanço da covid-19 no continente. Após os mercados terem se beneficiado da notícia de que a vacina desenvolvida pelo consórcio Pfizer-BioNTech atingiu eficácia de 95%, os investidores monitoram, com preocupação, os números da pandemia divulgados na Europa e nos Estados Unidos.

O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou com variação negativa de 0,75%, aos 387,60 pontos. O papel de melhor desempenho nesta quinta-feira do índice foi o da HelloFresh, empresa alemã do ramo alimentício. Já do lado negativo, as britânicas Hammerson (-9,27%) e SSP Group (-7.39%) e a alemã Kion Group (-7%) fecharam com as maiores baixas do dia.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, deu o tom para o temor visto hoje nos mercados, ao mostrar preocupação com o aumento de casos de covid-19 em discurso ao Parlamento Europeu. Segundo a dirigente, é esperado que a segunda onda de infecções impacte “gravemente” a economia europeia. “Embora as últimas notícias sobre a vacina pareçam encorajadoras, o recente aumento nos casos de coronavírus e a reimposição associada de uma série de medidas de contenção estão aumentando o nível já elevado de incerteza e representam um sério desafio para a zona do euro e a economia global”, disse.

A pandemia de covid-19 fez com a Norwegian Airlines optasse por seguir processo similar à recuperação judicial no Brasil. O anúncio da empresa do setor aéreo – um dos mais afetados pela crise neste ano – fez com as ações despencassem 15,65% em Oslo no pregão de hoje. No Reino Unido, o índice FTSE 100 da Bolsa de Londres fechou em queda de 0,8%, enquanto o alemão DAX, de Frankfurt, terminou o dia pouco abaixo, com variação de -0,88%.

Na Bolsa de Madri, destacou-se o papel da Solaria Energía, empresa do ramo de energia renovável, que fechou com valorização de 12,22%. O setor bancário espanhol , por outro lado, ajudou a puxar para baixo o índice IBEX 35, que encerrou as negociações em queda de 0,67%. O Banco de Sabadell (-4,7%) e o BankInter (-3,39%) lideraram as baixas do setor nesta quinta-feira.

O FTSE MIB da Bolsa de Milão foi o índice de melhor desempenho entre os principais da Europa, ao terminar o dia com queda de 0,4%. Já em Lisboa, o PSI 20 devolveu os ganhos de ontem e fechou com variação negativa de 1,14%.

To Top