Confira como estudar para o Enem e vestibulares usando a rede social
Benefícios

Confira como estudar para o Enem e vestibulares usando a rede social

Enem tem novo prazo para enviar foto no sistema do INEP

Confira como estudar para o Enem e vestibulares usando a rede social Professores usam vídeos curtos e com dicas práticas para ensinar de forma ágil e divertida usando as redes sociais.

Professores criam canais no TikTok para levar dicas para as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e de vestibulares para um maior número de estudantes. Além do conteúdo do publicado no Youtube, os interessados podem acompanhar vídeos curtos, de 30 a 60 segundos de duração, que tem como proposta passar o conteúdo de forma dinâmica e divertida.

Sandro Cúrio (@matematicasandrocurio) é professor de matemática, participou do R7 Ensina, e possui mais de 1 milhão de seguidores na plataforma. Por meio do método ‘curió’ o professor desenvolve técnicas próprias.

“Alunos do ensino médio, por exemplo, quando assistem meus vídeos conseguem compreender e resolver as equações matemáticas expostas”, explica. “A linguagem que levo para eles é de fácil absorção e assimilação”, explica.

Os vídeos trazem dicas e explicações rápidas e diretas, o que facilita o entendimento.  Atualmente, Sandro tem 80% do tempo voltado para o ensino digital por meio do aplicativo e também com vídeos no Youtube.

O professor conta que é possível ter as plataformas digitais como forma de apoio aos estudos para os vestibulares e Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). “Eu costumo dizer que é um momento de lazer com aprendizado, são vídeos curtos, com dicas e o estudante agrega conhecimento”, conta.

Simone Porfiria (@simoneporfiria) é professora de português e possui mais de 186 mil seguidores em seu perfil no TikTok. Para a influenciadora educacional houve um processo de reinvenção dos profissionais de educação para que fosse possível atender ao novo perfil de estudante. “Eles gostam de vídeos curtos, dinâmicos e de fácil compreensão”, diz. “Em meus vídeos evito usar termos técnicos, faço uso de linguagem simples e didática para atingir a todos os públicos”, comenta a professora.

Simone é professora de português

Segundo Simone, “a ferramenta possibilita que os interessados tenham curiosidade para buscar novos conhecimentos por caminhos alternativos sempre focando nos estudos”, comenta. Para ela, “o aplicativo pode ser bastante útil na educação já que é cada vez menos possível pensar em aulas dinâmicas e atraentes sem acesso a novos recursos digitais.”PUBLICIDADE

Dicas

Uma dica importante é manter o foco. As redes sociais podem facilmente virarem vilãs e se não forem usadas como ferramentas de estudo. Siga os perfis corretos de professores e mantenha a concentração nas matérias estudadas.

Outro jeito que os estudantes podem usar a rede é criando vídeos explicando em poucos minutos o aprendizado do dia. Muitos compartilham resumos e dicas para as provas.  Fonte: R7

To Top