Seca atinge trigo da Argentina mas estimativa de safra segue estável, diz bolsa
Agro

Seca atinge trigo da Argentina mas estimativa de safra segue estável, diz bolsa

Seca atinge trigo da Argentina mas estimativa de safra segue estável, diz bolsa

A seca no cinturão agrícola da Argentina afetou o desenvolvimento de safras de trigo, disse nesta quinta-feira a Bolsa de Cereais de Buenos Aires em relatório semanal desta semana, porém o dano não foi suficiente para cortar sua estimativa de colheita de 19 milhões de toneladas.

A potência agrícola sul-americana é a maior fornecedora internacional de trigo, principalmente para o Brasil, país vizinho.

A falta de chuva está começando a deixar os produtores em alerta, em meio a previsões de que o fenômeno climático La Niña irá reduzir ainda mais a precipitação nos próximos meses.

“A falta de chuvas agrava a situação de déficit hídrico e causa diminuição no crescimento das safras e atrasos no desenvolvimento das plantas, retardando a transição para estágios reprodutivos de campos semeados posteriormente”, disse a bolsa.

Além disso, a bolsa disse que chuvas leves são esperadas para o final da próxima semana, porém não o suficiente para fazer diferença na maioria das áreas ressecadas.

A bolsa afirmou ainda que a colheita de milho de 2020/21 foi concluída nos últimos sete dias, com uma estimativa total de safra de 50,5 milhões de toneladas. Também afirmou que 6,6 milhões de hectares foram plantados com milho em 2020/21, comparados com uma expectativa de 7,1 milhões de hectares para a próxima temporada de 2021/22.

(Reportagem de Maximilian Heath)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH7P11Y-BASEIMAGE

To Top