Schnabel, do BCE, diz que volume de compra de títulos está perdendo importância
Economia

Schnabel, do BCE, diz que volume de compra de títulos está perdendo importância

Schnabel, do BCE, diz que volume de compra de títulos está perdendo importância

FRANKFURT (Reuters) – O volume de compras de títulos pelo Banco Central Europeu está se tornando “menos importante” à medida que as perspectivas econômicas melhoram e o esquema de impressão de dinheiro se torna uma ferramenta para guiar as expectativas dos juros, disse nesta segunda-feira Isabel Schnabel, membro do Conselho do BCE

A declaração de Schnabel, que também saudou o recente aumento da inflação, deve ser vista como cenário para uma nova redução no ritmo de compra de títulos, conforme a economia da zona do euro se recupera de uma queda induzida pela pandemia e aumentam as expectativas de inflação.

O BCE reduziu o ritmo de seu Programa de Compra de Emergência da Pandemia (PEPP) neste mês e deve encerrá-lo em março. O banco também realiza o Programa de Compra de Ativos (APP), menor e mais antigo, que planeja encerrar “pouco antes” de aumentar as taxas de juros.

“Conforme o cenário para a inflação melhora, torna-se menos importante o quanto o banco central compra ou quando a redução no ritmo de compras líquidas de ativos começará, mas sim quando essas compras terminarão”, disse Schnabel em conferência.

“É a data do fim que sinaliza que as condições para um aumento nos juros estão se aproximando. A sequência precisa e o momento vão, claro, exigir orientação cuidadosa quando chegar a hora.”

Os integrantes do Conselho do BCE usaram uma narrativa semelhante em 2018, enquanto se preparavam para interromper o Programa de Compra de Ativos pela primeira vez.

O BCE deve tomar uma decisão sobre o PEPP e o APP em dezembro, e Schnabel disse que o caminho a seguir ainda é incerto e que seria um erro apertar a política monetária cedo demais.

Os investidores esperam que o APP seja aumentado a partir de abril para compensar parte dos volumes perdidos do PEPP.

(Reportagem de Francesco Canepa)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8J0EL-BASEIMAGE

To Top