Agro

Trigo sobe em Chicago após ataque russo em porto ucraniano; soja despenca

Trigo sobe em Chicago após ataque russo em porto ucraniano; soja despenca

Por Mark Weinraub

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros de trigo dos Estados Unidos se firmaram nesta quarta-feira, em recuperação após uma forte queda no dia anterior, com investidores cobrindo posições vendidas diante de um ataque russo em um porto na Ucrânia que renovou os temores sobre a escassez de oferta, disseram traders.

“O trigo estava elevado hoje… depois que a Rússia desencadeou um ataque de míssil danificando pelo menos dois elevadores de exportação”, disse a corretora ED&F Man Capital em nota aos clientes.

Os contratos futuros de soja caíram pela sétima vez em oito sessões, atingindo seu menor patamar em mais de um mês, com uma queda acentuada no mercado de petróleo pesando sobre os preços.

O milho esteve sem direção comum, com os contratos de safras antigas subindo em coberturas curtas, enquanto as previsões de bom tempo para polinização nos EUA no início de julho pressionaram os contratos do mês anterior.

“É tudo sobre o clima neste momento”, disse Greg Grow, diretor de agronegócios da Archer Financial Services. “Tivemos um prêmio climático no mercado na sexta-feira. O mercado virou quando a previsão do tempo começou a parecer mais favorável.”

Na bolsa de Chicago, o trigo soft vermelho de inverno fechou em alta de 0,75 centavo de dólar a 9,7650 dólares.

O milho para julho subiu 7,25 centavos de dólar a 7,68 dólares o bushel e o milho para dezembro caiu 7,75 centavos de dólar a 6,9375 dólares.

A soja para julho caiu 28,50 centavos de dólar a 16,5275 dólares o bushel, tocando a mínima desde 18 de maio.

(Reportagem adicional de Gus Trompiz em Paris e Naveen Thukral em Cingapura)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5L13L-BASEIMAGE

To Top