Economia

Wall Street cai após dados de emprego dos EUA reforçarem preocupações com aumento dos juros

Wall Street cai após dados de emprego dos EUA reforçarem preocupações com aumento dos juros

Por Devik Jain e Davide Barbuscia

(Reuters) – Os principais índices de Wall Street recuavam nesta sexta-feira, sob peso de ações de tecnologia, após o relatório de empregos de julho dos Estados Unidos reforçar argumento para que o Federal Reserve continue em seu caminho de aumentos agressivos da taxa de juros.

Os empregadores dos EUA contrataram em julho bem mais trabalhadores do que o esperado, no 19º mês seguido de criação de vagas, com a taxa de desocupação caindo para uma mínima pré-pandemia de 3,5%.

O relatório forneceu a evidência mais forte até agora de que a economia norte-americana não está em recessão.

“É um número forte, abre caminho para o Fed continuar com o ponto de vista ‘hawkish’ (inclinado a aperto monetário) que tem demonstrado recentemente. Acho que uma alta de 0,75 ponto percentual em setembro é mais provável”, disse Dean Smith, estrategista-chefe da FolioBeyond.

O índice para ações de crescimento –composto por papéis do setor de tecnologia e relacionados, mais vulneráveis a perspectivas de altas de juros– tinha queda, com os rendimentos dos Treasuries ampliando a alta após o relatório. As ações da Tesla Inc e da Amazon.com tinham quedas de 2,2% e 1,3%, respectivamente.

Nesta semana, várias autoridades do Fed disseram que o banco central permanece determinado a manter a postura agressiva de aperto monetário até verem evidências fortes e duradouras de que a inflação está retornando à meta de 2% do Fed.

Os mercados precificam agora 65,5% de chances de uma alta de 0,75 ponto percentual nos juros em setembro, ante 40% antes dos dados. O banco central já elevou os custos dos empréstimos em 2,25 pontos percentuais até agora neste ano.

Às 11:40 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,01%, a 32.728,95 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,05%, a 4.149,79 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,02%, a 12.717,87 pontos.

(Reportagem de Devik Jain, Anisha Sircar, Aniruddha Ghosh em Bengaluru e Davide Barbuscia em Nova York)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI740OF-BASEIMAGE

To Top