Destaque Cidade

Santos negocia com quatro jogadores para anunciar em julho

Com dois gols de Jean Mota, Santos vence o Guarani no Pacaembu

O Santos quer afastar a crise após os últimos tropeços, que incluem uma goleada para o Grêmio, por 5 a 1, no último domingo (6), em Porto Alegre, e para isso pretende ir ao mercado.

A reportagem apurou que o clube negocia com quatro jogadores que estão no exterior. Desta forma, o “pacotão” prometido só deve chegar em julho, quando reabre a janela de transferências internacional.

Os nomes são mantidos em sigilo, mas três deles são atletas sul-americanos: Lucas Zelarayán, do Tigres (MEX), e mais dois. Segundo os dirigentes santistas, estas duas últimas negociações estão bastante adiantadas e são nomes que ainda não saíram na mídia.

Além do trio sul-americano, o quarto jogador é um brasileiro que atua no exterior. Os reforços são para o meio-campo e ataque: um volante, dois meias e um centroavante.

A diretoria santista espera anunciar as contratações antes da pausa da Copa do Mundo da Rússia para acalmar os ânimos da torcida, que cobram reforços de todas as formas: nas arquibancadas, nas redes sociais e até nos muros, com pichações na Santos Business Center.

O presidente José Carlos Peres só acertou três contratações para esta temporada: os atacantes Eduardo Sasha e Gabigol, além do lateral esquerdo Dodô. Vale lembrar que todas foram por empréstimo até o fim do ano.

Entretanto, a cúpula alvinegra conseguiu fechar com Sasha em definitivo após ceder o lateral Zeca para o Internacional.

No início desta semana, o atacante Hernán Barcos, da LDU (EQU), foi oferecido por empresários. A diretoria santista avalia se vale a pena investir no argentino, que marcou oito gols em 12 jogos nesta temporada.

Para fechar com o atacante, será preciso pagar uma multa rescisória já que o contrato de Barcos com os equatorianos só termina em dezembro deste ano.

Nos bastidores, a diretoria santista alega que Barcos não é um dos dois sul-americanos não revelados que negociam com o clube. No caso do argentino que atuou por Palmeiras e Grêmio, o investimento ainda é discutido.

To Top