Destaque Cidade

Marina diz que PT não deve ter representante em debate na TV

A candidata Marina Silva (Rede) disse nesta terça-feira (7) que a ausência do PT nos debates é consequência da decisão de manter o ex-presidente Lula na disputa.

“Quem decide quem vai participar ou não são as regras do jogo. Neste momento o debate é entre candidatos, não a vices. Senão, você cria uma situação de dois pesos e duas medidas”, disse ela em evento na capital paulista.

O primeiro debate ocorrerá na quinta-feira (9) na TV Bandeirantes. O PT quer ser representado por Fernando Haddad, que assumirá a candidatura se Lula for vetado definitivamente pela Justiça.

Sem mencionar o nome de Lula em nenhum momento, Marina afirmou que “a falta de representação do candidato do PT é por uma decisão do PT de manter candidato alguém que está impedido pela lei”.

“O PT bancou essa decisão, então participar ou não é em função da decisão política que foi tomada pelo partido”, afirmou Marina.

Ela criticou o general Hamilton Mourão, candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, segundo quem o Brasil “herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”.

“É uma frase eivada de preconceito e desconhecimento da história do Brasil”, comentou.

A ex-senadora fez as afirmações a jornalistas na saída de conversa com o apresentador Luciano Huck em um encontro sobre agenda digital para o setor público.

O comunicador e empresário foi um dos curadores do GovTech, evento que recebeu também os candidatos Henrique Meirelles (MDB), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL) e João Amoêdo (Novo).

Questionado sobre a sucessão presidencial nesta segunda (6), na abertura do seminário, Huck indicou ter preferência por Marina Silva, embora também simpatize com Geraldo Alckmin.

À ex-senadora ele dedicou adjetivos como íntegra e correta. O ex-governador foi chamado por ele de “cara correto” e “político competente”, apesar de ser da “velha política”.

Além de ter se encontrado recentemente com a equipe de comunicação de Marina, o apresentador tem atuado na cena política como incentivador de novos candidatos ao Legislativo.

To Top