Destaque Cidade

Mais enchentes são esperadas na Carolina do Sul, uma semana após furacão Florence

Moradores do condado de Georgetown, na Carolina do Sul, onde cinco rios desaguam no oceano, se preparavam nesta sexta-feira para inundações após o furacão Florence, que matou ao menos 40 pessoas.

O condado de 60 mil habitantes, na costa do Atlântico entre Myrtle Beach e Charleston, é uma das diversas áreas nas Carolinas que aguardam apreensivamente os rios atingirem seus níveis mais altos, uma semana após o Florence despejar cerca de 1 metro de chuva na região.

Enchentes podem começar no início da semana que vem, disseram autoridades durante um encontro comunitário na quinta-feira. A cidade de Georgetown entregava nesta sexta-feira 15 mil sacos de areia conforme o condado desenvolve planos para retirar moradores.

“Por favor, respeitem os avisos”, disse o xerife Lane Cribb. “Proteger vidas e propriedades será nosso objetivo … É melhor rezar”.

Trinta e uma mortes foram atribuídas à tempestade na Carolina do Norte, oito na Carolina do Sul e uma na Virgínia.

Mais de três dúzias de medidores na Carolina do Norte e na Carolina do Sul mostravam inundações, de acordo com o Serviço Meteorológico Nacional.

Cerca de 4.700 pessoas na Carolina do Norte foram resgatadas por barco ou helicóptero deste que a tempestade atingiu a região, duas vezes mais que durante o furacão Matthew, há dois anos, de acordo com autoridades estaduais. Cerca de 10 mil permanecem em abrigos.

A cidade costeira de Wilmington, na Carolina do Norte, permanecia isolada por enchentes nesta quinta-feira e mais de 200 estradas do Estado estavam fechadas ou bloqueadas. Mais de 54 casas e negócios estavam sem luz nas Carolinas na tarde desta sexta-feira.

Conforme enchentes continuam a aumentar, preocupações crescem sobre perigosos ambientais e para a saúde.

Enchente em via perto de Atkinson, na Carolina do Norte
18/9/2018 REUTERS/Jonathan Drake

Residents help an elderly man evacuate a flooding trailer community during Hurricane Florence in Lumberton, North Carolina, U.S. September 15, 2018. REUTERS/Randall Hill

An abandoned car’s hazard lights continue to flash as it sits submerged in a rising flood waters during pre-dawn hours after Hurricane Florence struck in Wilmington, North Carolina, U.S., September 15, 2018. REUTERS/Jonathan Drake

A downed tree rests on a house during the passing of Hurricane Florence in the town of Wilson, North Carolina, U.S., September 14, 2018. REUTERS/Eduardo Munoz

Queda de árvore em Wilmington, na Carolina do Norte
14/9/2018 REUTERS/Carlo Allegri

Parque inundado em consequência do furacão Florence em New Bern, na Carolina do Norte 13/09/2018 REUTERS/Eduardo Munoz

Water from Neuse River starts flooding houses as the Hurricane Florence comes ashore in New Bern, North Carolina, U.S., September 13, 2018. REUTERS/Eduardo Munoz

Enchente em New Bern, na Carolina do Norte
13/9/2018 REUTERS/Eduardo Munoz

Mais enchentes são esperadas na Carolina do Sul, uma semana após furacão Florence
To Top