Coronavírus: INSS suspende prova de vida
Benefícios

Coronavírus: INSS suspende prova de vida

Torcedor do Atlético de Madrid usa máscara de proteção contra coronavírus

Coronavírus: INSS suspende prova de vida. O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) suspenderá as provas de vida anuais obrigatórias por 120 dias e antecipará para abril o pagamento da primeira parcela do 13º salário.

As medidas têm os objetivos de reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus entre aposentados e pensionistas da Previdência. e também amenizar o impacto da crise sanitária na economia do país.

Medidas preventivas a serem tomadas também nas agências da Previdência, onde costuma haver concentração de idosos, serão definidas em conjunto com o Ministério da Saúde.

Idosos estão no grupo considerado mais vulnerável ao agravamento da síndrome provocada pelo vírus e, por isso, precisam tomar cuidados extras, como evitar aglomerações.

A prova de vida é uma exigência feita a quem recebe aposentadoria ou pensão do INSS. O beneficiário, uma vez ao ano, precisa provar que está vivo para não perder o benefício.

O procedimento obrigatório é uma forma de evitar fraudes e pagamentos indevidos. O prazo para fazer a prova de vida é geralmente informado pela rede bancária, responsável pelo atendimento.

O Ministério da Economia também instituiu nesta quinta um grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Entre as medidas está a antecipação para abril do pagamento de R$ 23 bilhões referentes à parcela de 50% do 13º salário aos aposentados e pensionistas do INSS.

O governo também irá propor ao Conselho Nacional da Previdência Social a redução do teto dos juros do empréstimo consignado em favor dos segurados, além da ampliação do prazo do crédito.

To Top