Lionel Messi doa mais de R$ 3 milhões para campanha contra covid-19 na Argentina
Esporte

Lionel Messi doa mais de R$ 3 milhões para campanha contra covid-19 na Argentina

O craque argentino Lionel Messi, do Barcelona, anunciou nesta segunda-feira uma doação, através da Fundação Leo Messi, de 500 mil euros (R$ 3,15 milhões) para hospitais em seu país natal para a compra de “suprimentos de proteção para profissionais de saúde” para “lidar com a pandemia de coronavírus”, conforme relatado pela Fundação Garrahan, responsável pela campanha “Juntos pela Saúde Argentina”.Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

O meia-atacante e capitão do Barcelona é mais um atleta a se juntar ao projeto para arrecadação de dinheiro para o combate ao novo coronavírus (covid-19). “Somos muito gratos por esse reconhecimento do nosso trabalho, permitindo-nos continuar nosso compromisso com a saúde pública argentina”, disse Silvia Kassab, diretora executiva da Fundación Garrahan, em um comunicado oficial.

Mais cinco hospitais privados vão ceder leitos de UTI em São Paulo(Abre numa nova aba do navegador)

A doação que Messi fez por meio de sua fundação teve como objetivo “a compra de suprimentos de proteção para profissionais de saúde e equipamentos para enfrentar a pandemia”.

Com o dinheiro, foram comprados e entregues respiradores de transferência, monitores multiparamétricos, bombas de infusão e computadores para hospitais na província de Santa Fé, na província de Buenos Aires e na cidade autônoma de Buenos Aires.

Safra de trigo 20/21 da Argentina deve atingir recorde de 21 mi t, prevê bolsa(Abre numa nova aba do navegador)

“Por sua vez, a aquisição de outros insumos que já foram importados e devem ser recebidos em breve: cinco equipamentos de ventilação de alta frequência e elementos de proteção para profissionais”, afirmou a Fundação Garrahan.

Lançado site para regularizar título de eleitor pelo TSE(Abre numa nova aba do navegador)

Messi já havia feito outras doações importantes para hospitais argentinos nos últimos meses. A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infectou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

To Top