Margem para empréstimo de Aposentados e Pensionistas INSS é ampliada para 40% e já está valendo
Agência Brasil

Margem para empréstimo de Aposentados e Pensionistas INSS é ampliada para 40% e já está valendo

consignado

Beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão poder contratar empréstimo consignado com margem adicional de 5%, até o final do ano. Solicitação do crédito pode ser feita online e sem burocracia, mesmo durante a pandemia.

Governo decide acatar a recomendação do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) e autoriza o aumento de 5% na margem consignável dos Aposentados e Pensionistas. A medida provisória publicada hoje (2) já está em vigor e permitirá a contratação de novo empréstimo dentro desta condição até 31 de dezembro, ou seja, até o final deste ano, quando expira o seu prazo. 

Com isso, os segurados do INSS vão poder comprometer até 40% da aposentadoria ou pensão para quitar os débitos em folha. Do valor da margem total, 35% serão destinados a empréstimos e 5% para o cartão consignado que também é quitado automaticamente. Antes da mudança da regra, o valor total era de 35%. A mudança integra o pacote de iniciativas do Governo para liberar recursos financeiros e facilitar o acesso ao empréstimo consignado – que é uma modalidade de crédito pessoal mais barata e exclusiva para esse grupo.

O Consignado INSS pode ser solicitado por segurados que têm benefício elegível, desbloqueado e com margem disponível. O pagamento pode ser parcelado em até 84 meses (7 anos) e a taxas de juros nominais máximas são de 1,80% ao mês para o empréstimo e 2,79% para o cartão. O valor é transferido em média de 3 a 5 dias úteis, mas pode ter tempo inferior dependendo do banco escolhido.

Leia também: Saiba como conseguir seu empréstimo consignado com taxas de juros ainda menores

Nova margem ajudará a injetar mais dinheiro na Economia

O aumento da margem deve trazer alívio financeiro para aqueles que se encontram em dificuldades financeiras ou que precisam de dinheiro extra no momento. Desde o início da pandemia a procura por empréstimos e financiamentos também cresceu. Um dos motivos pelo interesse foi buscar dinheiro para pagar outras dívidas acumuladas e de juros mais altos.

Leia também: Aposentados e Pensionistas INSS buscam alternativas para sair do endividamento, durante a pandemia

Como neste ano, o valor do décimo terceiro salário foi recebido antecipadamente os aposentados e pensionistas devem ter ficar com o orçamento bem mais restrito nos últimos meses. Assim, a nova aprovação da margem vem em momento bem oportuno. Mesmo com a Selic em queda, existem diferenças entre os juros cobrados pelas instituições financeiras e os tipos de créditos disponíveis. Por isso, o crédito consignado se apresenta como uma opção mais acessível e barata.

Com agências bancárias fechadas, empréstimos online ganham mais espaço 

Desde a simulação à contratação dos empréstimos, agora tudo pode ser feito pela internet com rapidez e segurança. Os aposentados e pensionistas, que normalmente recorriam somente as agências bancárias também estão ganhando espaço neste ambiente.

A adequação das tecnologias e a facilidade dos recursos de hoje em dia, permitem uma maior inclusão digital. Aliado a isso, os sistemas estão ficando cada vez mais robustos para minimizar riscos e fraudes. Assim, apesar de não ser uma novidade, os empréstimos online, ou seja, aqueles feitos pela internet, têm sido uma alternativa cada vez mais utilizada.

Simuladores de empréstimos como o da empresa bxblue, que é especializada em crédito consignado, dá aos aposentados e pensionistas a chance de comparar ofertas de várias instituições financeiras, para descobrir a proposta mais vantajosa. Pelo site, os usuários informam o valor pretendido ou da margem livre e calculam rapidamente o valor estimado do limite liberado e das parcelas mensais. A contratação nos bancos parceiros pode ser finalizada em processo 100% digital e o dinheiro é creditado na conta indicada, portanto, não é necessário ser correntista da instituição escolhida para obter taxas de juros ou condições melhores.

To Top