Prova de vida do INSS será exigida só em 2021
Benefícios

Prova de vida do INSS será exigida só em 2021

previdência social INSS

Prova de vida do INSS será exigida só em 2021. O INSS não vai bloquear benefícios por falta de prova de vida até janeiro de 2021 para os beneficiários que, em condições normais, precisariam ter realizado o recadastramento de senha entre março e novembro ou, ainda, fazer o procedimento em dezembro deste ano.

A prorrogação da liberação da exigência por mais duas competências (novembro e dezembro) deverá ser oficializada nesta segunda-feira (30), data em que estava prevista a retomada dos bloqueios.

A prova de vida do INSS deve ser feita anualmente, na rede bancária, pelo beneficiário que recebe por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético. Neste ano, porém, devido à pandemia de Covid-19, a exigência está suspensa desde março.

Peritos do INSS voltam ao atendimento presencial
INSS

O recadastramento não está proibido. Embora não seja recomendado neste momento, o segurado que quiser poderá fazer a comprovação, segundo o INSS e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

A Febraban destaca que os bancos mantiveram o atendimento aos beneficiários interessados em renovar suas senhas durante a pandemia.
Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander confirmaram que aposentados e pensionistas do INSS podem realizar o procedimento nas agências.

Quem for a uma instituição bancária deve seguir os cuidados recomendados para evitar contágio pelo novo coronavírus. Pessoas do grupo de risco devem evitar sair de casa.

Cada banco determina o seu calendário de recadastramento, mas o mais comum é tomar a data do aniversário do beneficiário para a convocação para a realização da fé de vida.

To Top