INSS: Aposentada teme corte de pagamento
Benefícios

INSS: Aposentada teme corte de pagamento

Como funciona Empréstimos do INSS?

INSS: Aposentada teme corte de pagamento A leitora Edna Maria Guerra, 63 anos, está aposentada por invalidez desde 2013 e teme que o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) casse seu benefício. Ela parou de trabalhar por causa de uma DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica). Hoje ela é cadeirante e possui diabetes e pressão alta, além de outros problemas de saúde.

Segundo Edna, seu benefício foi conquistado por meio de uma decisão judicial obtida após perícia.
Agora, por conta de um pente-fino do INSS, foi convocada para entregar seus documentos no dia 12 de julho. Moradora de Itaquera, na zona leste, ela afirma que foi a um posto da Previdência no dia e horário marcado, mas que o instituto diz que não houve entrega.

“Eu fui ao INSS e levei todos os documentos que haviam sido solicitados. Estou com a carta assinada e carimbada por eles comprovando que eu compareci. Mas o INSS colocou no status que eu não fui”, diz Edna.

Por causa dessa informação de que ela não teria comparecido à agência do INSS no dia certo, ela teme que sua aposentadoria seja cortada e fique sem receber nada, já que não pode trabalhar.

“É um descaso muito grande do INSS. Eles não têm respeito nenhum por mim e estão me causando danos morais”, diz Edna.

O INSS tem um pente-fino para regularizar pendências cadastrais em benefícios. O órgão também tem outro pente-fino para chamar segurados para nova perícia médica. Quem é convocado tem 30 dias para agendar o atendimento.

INSS afirma que valor será pago

Por meio de nota, o INSS informa que Edna solicitou a atualização de seus dados cadastrais e, por esse motivo, “houve a necessidade de apresentação de documentos pessoais”. O instituto diz que os dados foram atualizados no cadastro e que o processo foi concluído no último dia 27. “A aposentadoria da senhora Edna está ativa e o valor do benefício vem sendo pago normalmente”, acrescenta o INSS.

To Top