Benefícios

Aposentadorias: Novas regras da Previdência (INSS) em vigor a partir de 2024

pensao por morte carteira de trabalho e do inss
Leonidas Santana/Shutterstock.com

Desde 1º de janeiro de 2024, as exigências para se aposentar pelo INSS serão mais rígidas. As novas regras da reforma da Previdência, aprovada em 2019, impactam diretamente a idade mínima, tempo de contribuição e pontuação necessária para o benefício.

O que muda em 2024?

Idade mínima:
Mulheres: 62 anos
Homens: 65 anos
Tempo de contribuição:
Mulheres: 30 anos
Homens: 35 anos
Regra dos pontos:
Mulheres: 91 pontos
Homens: 101 pontos
Regras de transição:

Para quem já contribuía para o INSS antes da reforma, existem cinco regras de transição que podem ser mais vantajosas. É importante analisar cada uma e escolher a que melhor se aplica ao seu caso.

Tempo de contribuição + idade mínima:
Idade mínima progressiva + tempo de contribuição
Por idade:
65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) + 15 anos de contribuição
Pedágio de 50%:
Trabalhadores próximos da aposentadoria em 2019
Pedágio equivalente a 50% do tempo faltante
Pedágio de 100%:
Cálculo do benefício com tempo de contribuição integral
Valor do benefício pode ser maior
Regra dos pontos:
Pontuação mínima aumenta a cada ano
Calcule sua aposentadoria:

O INSS oferece um simulador online para você calcular o tempo que falta para se aposentar e o valor estimado do benefício. Acesse o Meu INSS com seu CPF e senha e siga as instruções.

Fique atento!

As novas regras impactam diretamente o planejamento da sua aposentadoria.
Analise as regras de transição e escolha a mais vantajosa para você.
Simule sua aposentadoria no site do INSS e planeje seu futuro com segurança.

To Top