Auxílio Emergencial: Bancos podem ajudar na descentralização
Auxílio Emergencial

Auxílio Emergencial: Bancos podem ajudar na descentralização

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado auxílio emergencial

Auxílio Emergencial: Bancos podem ajudar na descentralização. Projeto pretende acabar com as filas e reduzir o risco de contágio na hora de sacar o benefício

O Projeto de Lei 3047/20 determina que o Poder Executivo estabelecerá parcerias com bancos para possibilitar o saque do auxílio emergencial de R$ 600 pelo beneficiário em diversas localidades. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Confira proposta para suspender parcelas Minha Casa Minha Vida(Abre numa nova aba do navegador)

A proposta é de autoria da deputada Rejane Dias (PT-PI) e altera a Lei 13.982/20, que criou o programa de pagamento do auxílio emergencial em decorrência da pandemia de Covid-19. A lei prevê que o benefício será depositado em conta do tipo poupança social digital, que á operacionalizada pela Caixa Econômica Federal.

Receberá Auxílio emergencial quem perder emprego até 3 de Julho?(Abre numa nova aba do navegador)

A deputada afirma que a centralização dos pagamentos na Caixa dificultou o acesso das pessoas ao auxílio. “Essa situação tem gerado enormes filas e exposto os cidadãos ao intenso risco de contágio, o que pode agravar ainda mais a emergência de saúde pública pela qual passamos”, disse Dias.

Mais de 11 milhões pedidos de Auxílio emergencial estão análise(Abre numa nova aba do navegador)

Como saída, ela propõe que o governo firme acordo com diversos bancos brasileiros, aumentando a rede disponível para o cidadão acessar o benefício.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei.

To Top