900 serviços públicos já são oferecidos na internet aos brasileiros
Benefícios

900 serviços públicos já são oferecidos na internet aos brasileiros

Liberado os novos incentivos ao MEI: Confira

900 serviços públicos já são oferecidos na internet aos brasileiros. A oferta de serviços públicos ao cidadão, por meio digital, segue avançando. Agora já são 918 digitalizados em 20 meses. Isso representa uma economia de mais de R$ 2 bilhões e a possibilidade de solucionar 88,6 milhões de demandas por ano sem exigir deslocamentos da população. Atualmente, 60% dos 3,7 mil serviços do Governo Federal estão disponíveis na forma digital, tanto em aplicativos das lojas oficiais do governo quanto no portal Gov.br.

“Em 20 meses da nossa gestão promovemos a transformação digital de 900 serviços públicos federais que antes eram acessíveis somente em canal presencial. A pessoa tinha que se deslocar, pegar um transporte, ficar na fila, retirar senha. Agora são acessados 24 horas por dia, sete dias por semana por meio de um celular ou computador”, disse o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luiz Felipe Monteiro ao participar, nesta terça-feira (8), de debate com o tema “O Desafio da Digitalização de Governos e Serviços Públicos”.

E com a Covid-19, a transformação de serviços em digital foi acelerada para facilitar a vida do cidadão. Dos 918 serviços transformados em digitais desde janeiro do ano passado, 345 foram lançados neste período de isolamento social provoca pelo novo coronavírus. Isso significa oferecer três novos on line a cada dois dias, desde março.

Os serviços mais procurados no período com a Covid-19 são saque do abono salarial, pedido do Seguro Desemprego, inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, solicitação do Auxílio Emergencial de R$ 600 e obtenção da Carteira de Trabalho.

O secretário destacou que os serviços do Governo Federal que estão disponíveis na forma digital têm 71% de avaliação positiva dos usuários.

“É bom para o governo porque o serviço é muito mais barato, é bom para o cidadão incluído digitalmente que tem a comodidade de fazer isso a qualquer momento e é bom para o cidadão que não está incluído. Como as agências continuam abertas e disponíveis para atendê-lo, quando ele chegar lá não tem fila, não tem espera”, avaliou Luiz Felipe Monteiro.

Benefícios para o cidadão e o governo

A meta do governo é digitalizar 100% dos serviços públicos federais até 2022. Do total de R$ 2 bilhões poupados com a transformação digital em 20 meses, R$ 1,5 bilhão é economia para sociedade ao eliminar a necessidade do usuário ir até as agências dos órgãos públicos, gastar com transporte e dispor de tempo, por exemplo.

“Para o cidadão o benefício é ainda muito maior. Devolvemos 150 milhões de horas, isso equivale a um dia de trabalho de toda a grande São Paulo”, disse o secretário de Governo Digital Luiz Felipe Monteiro sobre a economia de tempo que os serviços digitais geram para a população.

O governo também economiza ao eliminar burocracia, reduzir o uso de papel, de contratação de pessoal para atendimento presencial e redução de perdas com erros e fraudes.

“Transformando o governo em digital a nossa economia será mais digital porque o governo está presente em todas as relações”, afirmou o secretário.

To Top