Como será depositado o extra do lucro do FGTS
Benefícios

Como será depositado o extra do lucro do FGTS

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo Consignado

Como será depositado o extra do lucro do FGTS. A Caixa Econômica Federal distribuiu aos trabalhadores o lucro do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) de 2018. A grana foi paga no início deste mês a quem tinha saldo positivo no fundo no dia 31 de dezembro do ano passado.

Com a divisão dos lucros, a grana parada no FGTS teve rendimento total de 6,18% no ano passado, de acordo com informações da Caixa.

O percentual de 6,18% corresponde à correção monetária anual do fundo, que é de 3% ao ano mais TR (Taxa Referencial), paga mês a mês, mais o lucro do ano passado, que foi dividido integralmente com trabalhadores com conta vinculada.

O balanço publicado pela Caixa no “Diário Oficial da União” de terça-feira (20) mostra que o lucro do ano passado foi de R$ 12,2 bilhões. Com isso, o percentual de divisão dos lucros será de 3,088%. Quem tinha R$ 1.000 no fundo em 31 de dezembro de 2018 recebe R$ 30,88 neste mês.

Essa variação supera a inflação medida pelo IPCA, que está em 3,22% no acumulado em 12 meses até julho, e a caderneta de poupança (4,55% nos depósitos a partir de 04/05/2012).

Para saber o valor pago, o trabalhador pode conferir seu extrato do FGTS. A consulta é feita em www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts. Os valores serão informados na linha em que se lê “cred dist resultado ano base 12/2018”.

Também é possível fazer a conferência dos valores por meio do aplicativo do FGTS e nas agências da Caixa Econômica Federal.

Medida provisória

A divisão do lucro do FGTS foi determinada pela medida provisória 889. Em 2017 e 2018, o trabalhador recebeu apenas 50% do lucro.

A MP também autoriza a retirada de valores de até R$ 500 por conta do fundo, em uma nova modalidade chamada de saque imediato. (com Folha)

Divisão dos lucros | Entenda ​

  • A Caixa Econômica Federal distribuiu, até o final deste mês, o lucro da grana parada no FGTS em 2018
  • Para cada R$ 1.000 que o trabalhador tinha na conta em 31 de dezembro de 2018 foram depositados R$ 30,88 referentes ao lucro

Rendimento total

  • Com a divisão dos lucros e o rendimento mensal do FGTS, a grana do trabalhador terá rendido, no total, 6,18% em 2018
  • O rendimento mensal, porém, já foi pago mês a mês, no ano passado, conforme determina a legislação
  • Com isso, agora, o trabalhador receberá apenas o dinheiro referente ao lucro do fundo em 2018

Entenda

Correção monetária

  • A lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990, estabelece que os depósitos do FGTS de cada trabalhador devem ser corrigidos monetariamente todo dia 10 de cada mês
  • Por ano, o rendimento anual do fundo é de 3% mais TR (Taxa Referencial), que está zerada

Divisão dos lucros

  • A medida provisória 889, de 2019, determinou que seja distribuído, uma vez por ano, 100% do lucro do FGTS do ano anterior
  • Na prática, isso está garantindo um rendimento maior para a conta vinculada do FGTS
  • Em 2017 e 2018, foi distribuído 50% do lucro do fundo

Saiba como consultar os valores

  1. Acesse o site http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts
  2. No centro da tela, clique em “Acompanhe seu extrato”
  3. Na opção “Site da Caixa”, clique em “Acessar”
  4. Informe o CPF e a senha, e clique em “Não sou um robô” e em “Acessar”
  5. Depois, em “FGTS”, vá em “Extrato”, acima, à esquerda
  6. Os valores estarão na linha em que se lê “CRED DIST RESULTADO ANO BASE 12/2018”, a última do extrato

Veja quanto rendeu sua grana em 2018

Saldo em 31 de dezembro de 2018Lucro pago neste mêsRendimento total (correção monetáriapaga mês a mês em 2018 mais o lucro de 2019)
500                                                            15,44                                                                                                                                                                       30,90
1.000                                                            30,88                                                                                                                                                                       61,80
2.000                                                            61,77                                                                                                                                                                     123,60
3.000                                                            92,65                                                                                                                                                                     185,40
4.000                                                          123,54                                                                                                                                                                     247,20
5.000                                                          154,42                                                                                                                                                                     309,00
6.000                                                          185,31                                                                                                                                                                     370,80
7.000                                                          216,19                                                                                                                                                                     432,60
8.000                                                          247,08                                                                                                                                                                     494,40
9.000                                                          277,96                                                                                                                                                                     556,20
10.000                                                          308,85                                                                                                                                                                     618,00
11.000                                                          339,73                                                                                                                                                                     679,80
12.000                                                          370,61                                                                                                                                                                     741,60
13.000                                                          401,50                                                                                                                                                                     803,40
14.000                                                          432,38                                                                                                                                                                     865,20
15.000                                                          463,27                                                                                                                                                                     927,00
16.000                                                          494,15                                                                                                                                                                     988,80
17.000                                                          525,04                                                                                                                                                                 1.050,60
18.000                                                          555,92                                                                                                                                                                 1.112,40
19.000                                                          586,81                                                                                                                                                                 1.174,20
20.000                                                          617,69                                                                                                                                                                 1.236,00

Fontes: Caixa Econômica Federal, “Diário Oficial da União”, Luiz Felipe Pereira Veríssimo, do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários), e reportagens

Fonte: Agora – Cristiane Gercina

To Top