Quem recebe o PIS de R$ 87 a R$ 1.039 até junho de 2020
Benefícios

Quem recebe o PIS de R$ 87 a R$ 1.039 até junho de 2020

INSS Previdência Pente-Fino Revisão Antencipação Salário Social Reforma da Previdência Aposentadoria Benefícios FGTS Bolsa Família Nis CNIS Extrato Banco Governo Pis Pasep Pis-Pasep Aposentado Idoso FGTS Caixa Banco do Cálculo Demora Brasil Maternidade Auxílio-Reclusão Saques Pagamento Vencimento Retiradas Refis MeuINSS Auxílio-Doença Aposentadoria Por Invalidez Contribuição BPC-Loas Pensão por Morte Pensionista Empréstimo MEi Consignado

Quem recebe o PIS de R$ 87 a R$ 1.039 até junho de 2020. Abono do PIS paga de R$ 87 a R$ 1.039 para os trabalhadores. A Caixa começou a liberar, nesta quinta-feira (16), o pagamento do abono salarial do PIS, do calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos nos meses de janeiro e fevereiro.Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

O abono varia de R$ 87 a R$ 1.039, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante 2018.

Trabalhadores que têm conta individual na Caixa com cadastro atualizado e movimentação na conta receberam o crédito automático antecipado na terça-feira (14).

35 milhões já podem cnsultar a data de pagamento do INSS

O calendário varia conforme o mês de nascimento do trabalhador, com início em julho, para nascidos naquele mês. O prazo final para saque do calendário de 2019/2020 é 30 de junho.

São mais de 3,6 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, totalizando R$ 2,6 bilhões.

O valor do benefício pode ser consultado no aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco (www.cai xa.gov.br/PIS) ou pelo telefone 0800-7260207.
A Caixa irá disponibilizar cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o final deste calendário.

Saque do FGTS sem ter o cartão cidadão: Veja o que fazer

O próximo lote será para os trabalhadores nascidos em março e abril: a liberação começará no dia 13 de fevereiro e clientes da Caixa receberão no dia 11.

Tem direito o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Os dados precisam ter sido informados corretamente pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais) ano-base 2018. (LL)

Aplicativo Bolsa Família: saiba como baixar e usar

To Top