Benefícios

Auxílio Reconstrução: prazo prorrogado para 166 cidades do Sul

Dinheiro Pis INSS AUXÍLIO FGTS
rafastockbr/Shutterstock.com

Auxílio Reconstrução: prazo prorrogado para 166 cidades do Sul O Governo Federal anunciou a prorrogação do prazo para que 166 cidades do Rio Grande do Sul possam solicitar o Auxílio Reconstrução, um benefício essencial para as famílias afetadas pela recente tragédia no estado. Originalmente, o prazo para envio dos dados pelas prefeituras seria até 25 de junho, mas foi estendido até 12 de julho.

Importância do Auxílio Reconstrução

O Auxílio Reconstrução visa proporcionar uma ajuda financeira de R$ 5.100 para as famílias desabrigadas, permitindo que elas possam se reestruturar após os desastres. Este auxílio é vital para as pessoas que perderam suas casas e pertences devido às calamidades.

Fases para Recebimento do Benefício

Para que as famílias possam receber o Auxílio Reconstrução, é necessário passar por três fases:

  1. Cadastro pelas Prefeituras: As prefeituras devem cadastrar as famílias desabrigadas no site do Governo Federal.
  2. Confirmação pelos Cidadãos: As famílias devem acessar o site oficial e confirmar os dados enviados pelas prefeituras.
  3. Liberação pela Caixa Econômica Federal: Após a confirmação, a Caixa Econômica Federal processa as informações e realiza os repasses do benefício.

Situação Atual e Nova Data de Prazo

Até o momento, 444 cidades do Rio Grande do Sul foram reconhecidas em estado de emergência e calamidade pública, tornando-se elegíveis para o auxílio. No entanto, muitas prefeituras não conseguiram enviar os dados a tempo, deixando várias famílias sem o benefício.

O ministro Paulo Pimenta, chefe da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do RS, enfatizou a necessidade de extensão do prazo: “Tomamos a decisão conjunta de estender esse prazo até 12 de julho. Esperamos que nesse prazo as prefeituras cadastrem as pessoas. Não é razoável que famílias que já podiam ter recebido sequer tenham sido cadastradas. Vamos prorrogar em respeito às famílias e fazer um chamamento às prefeituras para que cumpram esse prazo.”

Como Funciona o Auxílio Reconstrução?

O Auxílio Reconstrução é uma medida emergencial que entrou em vigor em 15 de maio. O benefício de R$ 5,1 mil é pago em parcela única para cada família beneficiada, que tem liberdade para usar o recurso da maneira que julgar necessária.

Consultando o Cadastro no Auxílio Reconstrução

As famílias gaúchas podem verificar se foram cadastradas no programa acessando o site oficial do Auxílio Reconstrução. Ao acessar a página inicial, devem clicar em “Sou Cidadão” e fazer o login com a assinatura do Gov.br. Três tipos de informações podem aparecer:

  • CPF não cadastrado pela prefeitura: Indica que a prefeitura ainda não realizou o cadastro da família.
  • Aguardando análise: O cadastro foi realizado, mas ainda está em análise pelo sistema.
  • Habilitado – Aguardando confirmação do responsável familiar: A família pode confirmar suas informações e avançar no processo.

Realização do Saque do Benefício

Os depósitos do Auxílio Reconstrução serão feitos pela Caixa Econômica Federal. Os beneficiários não precisam abrir uma conta na Caixa, pois, se não possuírem uma, a Caixa abrirá uma conta social digital gratuita automaticamente.

Para acessar a conta, os beneficiários devem baixar o aplicativo Caixa Tem no celular. Pelo app, é possível realizar transações como PIX, pagamento de boletos e saques em caixas eletrônicos e lotéricas, gerando um código de saque no aplicativo.

To Top