Benefícios

Governo Federal libera novo microcrédito para usuários do CadÚnico

Dinheiro
rafastockbr/shutterstock.com/

A partir desta quinta-feira (4), o governo federal inicia uma nova linha de microcrédito destinada a famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Anunciada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em abril, a medida visa oferecer suporte financeiro a milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade social.

Detalhes do Microcrédito

Neste primeiro momento, o governo liberou uma parcela de R$ 500 milhões para o Fundo Garantidor de Operações (FGO), que servirá de garantia às operações em caso de inadimplência. Com essa garantia, espera-se que a linha de crédito ofereça taxas de juros significativamente menores do que a média do mercado.

Como Funciona o Crédito

Denominado “Acredita no Primeiro Passo”, o crédito é direcionado às pessoas que fazem parte do CadÚnico. O objetivo é permitir que essas pessoas utilizem o dinheiro para empreender, aumentando suas rendas e melhorando sua condição financeira.

“O conjunto de medidas vai beneficiar milhões de brasileiros, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade social. Estima-se que 4,6 milhões de pessoas do CadÚnico já empreendem formalmente e 14 milhões desejam abrir seus negócios”, afirma o governo federal.

Bancos Participantes

Inicialmente, apenas o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste estão oferecendo este crédito. No entanto, o governo federal está trabalhando para incluir outras instituições financeiras no programa.

Quem Pode Solicitar?

O crédito pode ser solicitado por:

  • Famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único
  • Trabalhadores informais
  • Pequenos produtores rurais que participam de programas como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Fomento Rural, e que desejam empreender

Declarações do Presidente Lula

A liberação deste crédito faz parte das estratégias do presidente Lula para melhorar os números do PIB e incluir mais brasileiros no sistema financeiro. “Banco não foi preparado para receber pobre, não está preparado para receber pessoas que não chegam de terno e gravata. O que estamos fazendo é criando condições para que, independentemente da origem social e do negócio, as pessoas tenham direito de ter acesso a um sistema financeiro e pegar um crédito”, afirmou Lula durante o lançamento do crédito.

Futuras Ações

Além do crédito para o CadÚnico, o governo planeja um conjunto de outras ações para reestruturar parte do mercado de crédito do país. Um projeto de lei deve substituir trechos de uma Medida Provisória sobre o assunto, que foi editada pelo presidente Lula em maio.

Dúvidas e Informações

Para mais informações ou dúvidas específicas sobre a liberação do crédito do CadÚnico, recomenda-se entrar em contato com o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste.

O Cadastro Único para Programas Sociais identifica e caracteriza as famílias de baixa renda residentes em todo território nacional. Ele permite que o governo conheça melhor a realidade dessa população ao registrar informações como: endereço, características do domicílio, quem faz parte da família, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, deficiência, entre outras.  

O Cadastro Único é o principal instrumento do Estado brasileiro para a seleção e a inclusão de famílias de baixa renda em programas federais, sendo usado para a concessão dos benefícios do Programa Bolsa Família, do Pé de Meia, da Tarifa Social de Energia Elétrica, do Auxílio Gás, do Programa Minha Casa Minha Vida, entre outros. Além disso, ele também serve como critério para a seleção de beneficiários de programas oferecidos pelos governos estaduais e municipais.

O Cadastro Único proporciona uma visão abrangente da parcela mais vulnerável da população brasileira, permitindo que os governos em todos os níveis saibam quem são essas famílias, onde vivem, suas condições de vida e suas necessidades. Essa base de dados facilita o desenvolvimento de novos programas sociais, a organização da oferta de programas e serviços para essas famílias e a seleção de beneficiários de maneira eficiente e segura.

To Top