Benefícios

Como proceder se tiver o pedido negado pelo INSS?

Prédio do INSS previdencia social e aposentadoria
Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

Muitos brasileiros têm enfrentado desafios ao terem seus pedidos de benefícios previdenciários negados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Receber uma negativa pode representar um grande obstáculo, especialmente para aqueles que dependem desses recursos para sua subsistência. No entanto, há procedimentos claros para contestar a decisão e potencialmente reverter o indeferimento.

Entendendo e Reagindo ao Indeferimento

Após receber uma negativa do INSS, o primeiro passo é verificar o motivo específico do indeferimento. Isso pode ser feito pelo site ou aplicativo Meu INSS. Compreender a causa exata do indeferimento é crucial para determinar os próximos passos. Muitas vezes, o problema está relacionado à documentação incompleta ou ao não atendimento a critérios legais específicos.

Opções Após o Indeferimento

  1. Novo Pedido: Se o erro foi no preenchimento ou na falta de documentos, um novo pedido pode ser realizado com as correções necessárias.
  2. Recurso Administrativo: Se o solicitante acredita que o INSS errou ao negar o benefício, ele tem até 30 dias após a notificação para entrar com um recurso administrativo.
  3. Assistência Judicial: Em casos mais complexos, pode ser aconselhável buscar o auxílio de um advogado especializado em Direito Previdenciário para levar o caso à justiça.

A Importância do Planejamento Previdenciário

Benefícios negados pelo INSS incluem aposentadorias, auxílios-doença, pensões por morte, salário-maternidade e o Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS). Cada um desses benefícios tem critérios específicos de elegibilidade. Portanto, um planejamento previdenciário com o apoio de um profissional especializado pode aumentar significativamente as chances de sucesso em um novo pedido ou recurso.

Persistência e Direito à Revisão

Receber uma negativa do INSS não é o fim do caminho. Com as orientações corretas e persistência, os solicitantes têm a oportunidade de reverter decisões negativas, garantindo os benefícios a que têm direito após anos de contribuição.

Como Utilizar o Meu INSS

  1. Cadastro: Acesse Meu INSS ou instale o aplicativo Meu INSS no seu celular. Você precisará de CPF, nome completo, data de nascimento e responder algumas perguntas do seu cadastro junto ao INSS.
  2. Senha Provisória: Também é possível obter uma senha provisória pelo site de alguns bancos, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Bradesco, Santander, entre outros.
  3. Serviços Disponíveis: No Meu INSS, você pode solicitar aposentadoria por idade, aposentadoria por tempo de contribuição, salário-maternidade, pensão por morte, auxílio-doença, entre outros. Pode também enviar documentação digitalizada e acompanhar o andamento do pedido.

Dificuldades ou Problemas no Acesso?

Caso encontre dificuldades, consulte o FAQ no site do Meu INSS ou ligue para a Central 135 (segunda a sábado, de 7h às 22h).

Entenda Seus Direitos e Garanta Seus Benefícios

Entender como proceder após a negativa de um pedido de benefício pelo INSS é fundamental para garantir seus direitos. Utilizar o Meu INSS e contar com o apoio de profissionais especializados pode fazer toda a diferença para reverter uma decisão desfavorável e assegurar o benefício necessário.

Saiba tudo sobre o Meu INSS

O Meu INSS é uma ferramenta criada para dar maior facilidade à vida do cidadão. Pode ser acessada pela internet do seu computador ou pelo seu próprio telefone celular (Android e IOS).

Para conhecer, digite o endereço gov.br/meuinss ou instale o aplicativo Meu INSS no seu celular, e tenha acesso a mais de 90 serviços oferecidos pelo INSS, sem sair de casa.

É a Agência da Previdência Social na palma da sua mão!

Para utilizar esses serviços é necessário se cadastrar e obter senha, no próprio site ou aplicativo.

To Top