Barra Mansa

Protesto pede paz após morte de universitário em Barra Mansa

Fonte www.g1.com.br

Um dia após a morte do estudante de psicologia Caio César Alves Camargo, de 22 anos, professores, alunos e funcionários do Centro Universitário de Barra Mansa, RJ, realizaram, na noite desta quarta-feira (1º), um ato pela paz.

O protesto contou com a presença de 500 participantes. Com cartazes pedindo justiça e mais segurança, caminharam até a Praça da Matriz, e fizeram um minuto de silêncio.

Caio César morreu na Santa Casa, onde havia sido socorrido após ser baleado em uma tentativa de assalto. O crime aconteceu na noite de terça-feira (31), na Rua José Alves Caldeira, no Centro.

No momento do assalto, Caio estava acompanhado por um colega – identificado como Bruno Caneda. Ele foi atingido por pelo menos um tiro e se recupera após uma cirurgia no intestino, também na Santa Casa.

Segundo informações da Polícia Militar, os universitários foram abordados próximo a um local conhecido como “Buraco Quente”, quando deixavam a universidade.

No início da tarde a polícia encontrou o carro utilizado pelos criminosos. O veículo estava em uma área de mata na Vila Principal.

O caso é tratado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e foi registrado na 90ª Delegacia de Polícia (Barra Mansa).

 

Plantão de Notícias 24h - Whatsapp 012 98143 0089 | Notícias do Vale do Paraíba, Sul de Minas e Sul Fluminense

Copyright © 2017 Mix Vale

To Top